Sábado, 14 de Março de 2009

                        Mãe és a mais bela
                        Para mim a mais bonita
                        Gostas de mim eu aposto
                        Para mim mãe infinita
                        És aquela que eu mais gosto

 

                        Um dia ficarás velhinha
                        Gosto de ti podes crêr
                        Gostar de ti nada evita
                        De tu seres para mim
                        Uma mãe sempre bonita

 

                        Serei o teu guardião
                        Como soldado no posto
                        Tu és para mim ó mãe
                        O ser mais belo
                        Com teu enrogado rosto

 

                        Sofreste muito no passado
                        Quem não sabe não acredita
                        O passado foi sofrido
                        O teu amor foi sagrado
                        Para mim mãe és infinita

 

                        Para mim és a mais querida
                        Aquela que me criou
                        E que eu sempre amarei
                        Um dia quando partires
                        Muito por ti chorarei.


                       

António  Assunção

tags:

publicado por ala-goulinho-poemas às 19:24
mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes
pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
subscrever feeds
blogs SAPO