Segunda-feira, 30 de Março de 2009

                Gosto de cantar o fado
                Canta-lo com emoção     
                Ter amigos a meu lado
                Amigos do coração

 

                É dentro de uma taberna
                Que o fado é um vai e vem
                Candieiro á média luz
                É assim que canto bem

 

                É numa taberna antiga
                Lá mesmo fora de portas
                Eu canto o fado antigo
                Nem que seja a horas mortas

 

                Eu sou galinha do campo
                Não sou pássaro de gaiola
                Gosto de ouvir a guitarra
                O bom som duma viola

 

                O Chico quer fechar a porta
                Á Maria cantadeira
                Quer cantar á desgarrada
                Com o Manuel Cabeleira
               
                Cantas tu e canto eu
                Cantamos ambos os dois
                Pois tu vais cantar um fado
                Eu canto outro depois

 

                Está o sol a nascer
                As varinas vão para a ribeira
                Encontram alguns fadistas
                Com uma grande bebedeira

                               

António  Assunção

               


música:

publicado por ala-goulinho-poemas às 19:39
mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes
pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO