Segunda-feira, 03 de Agosto de 2009

   

                As notas pagam as contas
                Com mais ou menos valia
                A caneta escreve a letra
                Para fazer poesia

 

                Os números fazem os preços
                Que podem dar discussão
                Que quase sempre são altos
                Para nós é frustração

 

                O dinheiro faz-nos escravos
                Mas dá-nos alguma alegria
                As letras fazem palavras
                Com sonhos e fantasia

 

                O dinheiro é uma mixórdia
                Os sonhos são utopia
                O dinheiro é discórdia
                Palavras são poesia


               

                Antonio  Assunção

tags:

publicado por ala-goulinho-poemas às 11:58
mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO