Segunda-feira, 01 de Junho de 2009

 

                Quando eu morrer não chores
                Levo-te no coração
                Ficas na terra fica alegre
                Os santos te ajudarão
 

                Quando eu partir não grites
                E não chores por favor
                Por não estar junto de ti
                Tenho por ti muito amor


                A morte nos tira a vida
                Mas nunca nos tira a alma
                Eu não te quero ver triste
                Eu quero que fiques calma
 

                Quando eu descer á terra
                Pensa na minha ascenção
                Vou para o céu vou com Deus
                Os anjos me levarão
 

                O tumulo é uma prisão
                Minha alma não prenderá
                Da terra irá sair
                E para o céu subirá
 

                Vais ficar cá mais um tempo
                A vida é mesmo assim
                Um dia virei-te buscar
                Para vires para o pé de mim

 

                António Assunção

               

 


tags:

publicado por ala-goulinho-poemas às 10:20
É lindo é muito amoroso, muito bonito mesmo parabéns ao poeta
levi a 3 de Junho de 2009 às 16:49

Olá António.
Despedida? Fiquei preocupada...
Vamos lá a fazer poemas à vida que a morte está certa. (Estou a brincar).
Um abraço
Lourdes a 6 de Junho de 2009 às 01:44

mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO