Quarta-feira, 04 de Março de 2009

        Não esqueças de onde vieste
        Penssa sempre para onde vais
        Nunca esqueças teus amigos
        Muito menos os teus pais

 

        Quem trabalha ganha o pão
        Não come o pão a ninguem
        Quem não ganha o pão que come
        Come sempre o pão de alguem

 

        Ó Portugal meu país
        Diz-me lá o que mais queres
        Tu tens guitarras tens fado
        Também tens lindas mulheres

 

        Vós lá do império
        Prometeis um mundo novo
        Tomem cuidado cretinos
        Não enganem mais o povo

 

        A mosca tem valor
        Até me dá alegria
        Cái no prato do doutor
        Como em qualquer porcaria

 

        Que importa perder a vida
        Combatendo a traição
        A razão mesmo vencida
        Não deixa de ser razão.


        António Assunção



publicado por ala-goulinho-poemas às 19:37
mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
16
18
19
21

22
23
24
26
27
28

29
31


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO