Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

 

                Toma lá, minha menina
                Este ramo que te fiz.
                Cada flor é um beijo
                Para que sejas feliz

 

                O vestido que comprei
                Não é cetim é de chita
                Foi para dar ao meu amor
                Á minha cara bonita

 

                Andorinha vais tão alta
                Baixa e vem-me trazer
                Aquilo que a mim me falta
                E que eu não sei dizer

 

                A água é coisa que passa
                A água é coisa que canta
                O teu corpo meu amor
                É aquilo que mais me encanta
               
                A voz é coisa que vai
                A voz é coisa que fica
                A verdade meu amor
                É a coisa mais bonita
               
                Deve dizer-se a verdade
                E sempre na hora certa
                A verdade que é mentira
                Será sempre descoberta

 

                António Assunção


tags:

publicado por ala-goulinho-poemas às 19:34
Sr. António parabens está muito lindo aliaz tudo o que li é muito lindo o senhor é o poeta do povo
De MARIA a 3 de Abril de 2009 às 13:23

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
18
19
21

22
23
24
26
27
28


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO