Terça-feira, 08 de Junho de 2010

Ó Goulinho Ó Goulinho

Terra da minha paixão

Foi aqui que eu nasci

Estás no meu coração

Ò Goulinho estás na Beira

Na Beira estás no centro

Estás na serra do Açor

Não me sais do pensamento

 

Goulinho terra altaneira

Na encosta cá da serra

Virada ao sol no verão

Goulinho é minha terra

Como é linda a minha serra

Eu gosto da Freguesia

Gosto da gente da terra

É boa tem alegria

 

Eu acordo de manhã

Com o som da passarada

Dão o bom dia ao povo

Numa alegre chilreada

Goulinho és um presépio

Nesta serra de encantar

Até o Menino Jesus

Gostava de cá morar

 

Eu gosto do meu Goulinho

Ouçam bem com atenção

È uma terra pequenina

Mas faz parte da nação

Tem gente trabalhadora

Que gosta da sua serra

Mesmo longe do Goulinho

Não esquece a sua terra

 

Goulinho é terra verde

Nesta verde floresta

Respiramos o ar puro

Não há terra como esta

Goulinho meu paraíso

És bonito sem igual

Uma terra pequenina

No centro de Portugal

 

António Assunção



publicado por ala-goulinho-poemas às 19:42
mais sobre mim
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
24
25
26

28
29
30


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO