Domingo, 25 de Abril de 2010

 

O Goulinho já tem sol nas suas ruas 
Corre a água fresquinha na ribeira 
E com a luz ainda da lua

Já está o Manuel na paragem da carreira 
Também vem a Maria na corrida 
O Joaquim vem mais devagarinho 
E na adega Gabriela está escondida 
Come queijo e bebe um copo de vinho    

               

Uma rosa que já foi roubada 
Cheira bem cheira a Goulinho 
A roseira ali na calçada

Cheira bem cheira a Goulinho 
Um copo de vinho e broa 
Um cabrito no forno assar 
Cheira bem porque é o Goulinho 
Goulinho tem fama de saber amar

 

  

O Goulinho está longe do rio 
O nosso povo vive na solidão 
O inverno a chuva o vento frio 
É o desejo que depressa chegue o verão 
O Goulinho tem sempre um sorriso 
Os rapazes encantam as raparigas 
E ás vezes até perdem o juízo 
Mas elas é que não vão em cantigas

                       

António Assunção



publicado por ala-goulinho-poemas às 15:27
É verdade amigo Assunção que os encantam os raparigas e hoje em dia parece me que já são eles que não vão em cantigas
eheehhhh
um abraço
luis antunes a 11 de Maio de 2010 às 19:59

mais sobre mim
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
Música para sonhar
blogs SAPO